A natureza não se apressa

A Dra. Ruth Ministro, Psicóloga Clínica, escreveu o artigo ‘A natureza não se apressa‘ para o P3 do jornal Público.

“O efeito de deslumbramento, ‘awe’ — a nossa resposta emocional à percepção de estímulos vastos que transcendem os nossos quadros de referência — que a imersão em cenários da natureza tem no indivíduo tem sido estudado, mostrando-nos que, nestas situações, o foco da nossa atenção se redirecciona do self e dos seus problemas para algo que é maior do que ele, não só promovendo o bem-estar geral, físico e mental, mas também comportamentos pró-sociais, como a generosidade, a compaixão e a tomada de decisão com maior preocupação ética”.